Notícias

19/10/2016

Planejamento logístico é fundamental para uma operação rentável no Food Service

A cadeia logística de suprimentos no Brasil ainda tem muitos desafios a serem conquistados. Em uma empresa, a logística é responsável por buscar a sinergia entre os processos evitando ao máximo os desperdícios e representando ganhos financeiros maiores. Quando se fala em logística do setor de Food Service os cuidados devem ser ainda maiores.

A armazenagem e transporte dos produtos são duas grandes prioridades. Todo o processo deve ser feito de maneira correta para cada tipo de produto: resfriado, congelado ou seco, com o objetivo de manter a qualidade em toda a cadeia logística. Essa preocupação reflete na estrutura do centro de distribuição, em toda a frota e principalmente nos colaboradores da empresa.

A minha experiência de mercado diz que planejamento é fundamental para ter rentabilidade no segmento. Por isso, nosso sistema de operação logística ajuda o franqueado a se planejar por meio de datas programadas de pedidos e de entregas. Assim ele já sabe quando deve fazer seus pedidos online e quando receberá seus produtos na loja.

A complexidade tributária brasileira faz com que o custo do produto não seja impactado apenas pelo valor direto do transporte de uma região pra outra, mas é muito mais afetado pelas diferenças de tributações.

O controle de estoque também é essencial. Produto em estoque é dinheiro parado, porém devemos prever demandas não planejadas. Planejar e controlar essa quantidade é extremamente importante, principalmente em tempos de crise. Quando falamos em Food Service o cuidado é ainda maior. Trabalhamos com produtos perecíveis, portanto, temos que pensar no prazo que esse alimento fica no Centro de Distribuição e prazo que fica no cliente. Deve-se trabalhar com precisão para não ter problemas com o shelf life do produto. Um software de gestão que ajude a controlar o estoque pode ser essencial para a rentabilidade da logística.

Existe um caminho a ser percorrido pelos empresários que atuam no sistema de franquias quanto à condução dos processos para manter a rede competitiva face às intempéries do ambiente econômico e das políticas do governo. Concentrar a logística do seu negócio pode ser o item que falta para a gestão da sua rede food service.

Adotar o modelo pode contribui para o crescimento da rede, que com esta gestão, otimiza a cadeia de suprimentos e pode expandir com segurança sua atuação para todo o território nacional e com custos menores, permitindo que os profissionais da rede direcionem seus esforços para outras áreas do próprio negócio. A função de planejar e gerenciar a cadeia de suprimentos será menos trabalhosa trazendo mais resultados.

*Caio Toledo é diretor da W Food Service, empresa de gestão logística para redes alimentícias

Fonte: CargoNews

Compartilhe |